Infraestrutura: Adaptando nossos sistemas e serviços para sobreviver às mudanças climáticas

8 minute read

Atualizado em

Podemos pensar em "infraestrutura" como os sistemas físicos ou organizacionais e serviços que compõem uma sociedade. Isso abrange tudo, desde as viagens e comunicações até a distribuição de recursos básicos, como água e energia. Essas redes estão estreitamente interligadas, o que significa que qualquer interrupção em um sistema terá efeitos indiretos em outros. Não podemos nos dar ao luxo de perder esses serviços, então, vamos explorar como podemos adaptá-los às rápidas mudanças climáticas.

Como construir uma sociedade mais resiliente ao clima?

1. Projeto adaptado ao clima

Se quisermos construir uma infraestrutura resiliente ao clima, nossa primeira opção é construí-la do zero. Para os serviços essenciais, como assistência médica, podemos começar garantindo que todos tenham acesso básico, construindo hospitais e clínicas onde eles são mais necessários. Por exemplo, em áreas vulneráveis a inundações, como Bangladesh, algumas comunidades utilizam agora “hospitais flutuantes”. Podemos também adaptar nossos sistemas de saúde recrutando mais enfermeiros e médicos, proporcionando-lhes treinamentos sobre os riscos das mudanças climáticas para a saúde e como tratá-los.

Hospitais flutuantes

O próximo passo é usar ideias de projetos adaptados ao clima, como escolher materiais de construção que absorvem e armazenam grandes quantidades de energia térmica para regular naturalmente as temperaturas internas. Um projeto adaptado ao clima pode também envolver tecnologias inteiramente novas, como sombras de construções externas que se movem em resposta à luz solar ou casas resistentes aos ciclones tropicais, que conseguem suportar ventos com velocidades de até 180 km por hora.

2. Retrofit

Para economizar tempo e dinheiro, outra opção é atualizar a infraestrutura que já temos. Isso se chama retrofit. Retrofit pode ser tão simples quanto instalar sensores de calor ou pintar nossos telhados, estradas e trilhos de branco para refletir a luz solar. Se feito adequadamente, um telhado branco pode refletir até 80% da energia do sol, comparado com apenas 5 a 10% de um telhado preto.

Projeto adaptado ao clima

No capítulo anterior, analisamos até que ponto a gestão sustentável da água será vital para nos adaptarmos às alterações climáticas. Muito disso pode ser feito adaptando a nossa atual rede de abastecimento – apenas o conserto da tubulação com vazamentos poderia ajudar a evitar a perda de 20 a 30% de água tratada!

Consertando Tubulações com Vazamentos

Além disso, a modernização dos nossos sistemas e serviços pode desempenhar um papel importante para nos manter saudáveis. Por exemplo, podemos limitar a propagação de doenças durante inundações atualizando nossos sistemas de defesa costeira e de drenagem para lidar com o excesso de águas pluviais.

3. Infraestrutura Verde

Também podemos tornar nossas cidades mais verdes criando mais espaço para a natureza. Por exemplo, elementos naturais, como lagoas, parques e florestas podem ajudar as cidades a lidar com as mudanças climáticas, absorvendo o excesso de águas pluviais e reduzindo as temperaturas locais. Esses tipos de soluções são chamados de infraestrutura verde, em oposição às soluções criadas pelo homem ou soluções “cinzas”.

Infraestrutura verde

Por que a infraestrutura verde é útil?


A infraestrutura verde também pode melhorar a saúde das pessoas. Por exemplo, o aumento da vegetação em áreas urbanas tem mostrado uma redução de 40 a 90% nas taxas de mortalidade relacionadas ao calor, estando ligado também a níveis reduzidos de estresse e a um senso mais forte de comunidade.

4. Soluções baseadas na natureza

Em maior escala, os habitats naturais podem fornecer opções de adaptação a preços mais acessíveis e a longo prazo.

Como os habitats costeiros (por exemplo, os recifes de corais, os manguezais e as ervas marinhas) se protegem contra catástrofes naturais?


Os habitats costeiros são um exemplo brilhante, uma vez que proporcionam uma importante proteção física contra catástrofes naturais ao reduzir a altura da onda em uma média de 35 a 71%. Eles também absorvem e armazenam carbono, evitam a invasão de água salgada nas terras cultivadas e são lar de uma rica variedade de plantas e animais. Por exemplo, os benefícios de ter manguezais saudáveis são 10 vezes mais altos do que os custos para mantê-los e de 2 a 5 vezes mais baratos do que as defesas costeiras feitas pelo homem.

Benefícios dos Manguezais

Conclusão

É importante lembrar que diferentes lugares enfrentarão diferentes riscos climáticos. Isso significa que não existe um roteiro simples para construir uma sociedade resiliente ao clima. No entanto, é provável que precisemos de uma combinação de soluções feitas pelo homem e baseadas na natureza para manter os sistemas e serviços básicos dos quais dependemos.

Próximo Capítulo