Comida sustentável: O impacto dos alimentos no ambiente

6 minutos de leitura

Atualizado em: 14 Dec 2020

Desses números, a agricultura é responsável por 82% (as áreas verdes, amarelas e laranjas do gráfico abaixo) .

Image of Emissões de gases de efeito estufa provenientes da cadeia de abastecimento alimentar

Emissões de gases de efeito estufa provenientes da cadeia de abastecimento alimentar

De onde vêm essas emissões?

A agricultura demanda muita energia: para a operação de maquinaria, o armazenamento de colheitas, o alojamento de animais de pecuária e a produção de produtos químicos utilizados para ajudar no crescimento das plantas (como fertilizantes) . A maior parte dessa energia provém da queima de combustíveis fósseis, que libera dióxido de carbono (CO₂) na atmosfera .

Mas não é só isso! A criação de espaços para o cultivo de alimentos produz, sozinha, quase um quarto das emissões de toda a cadeia de abastecimento alimentar ! Por quê?

Além de CO₂, a agricultura também produz óxido nitroso (N₂O) e metano (CH₄), gases de efeito estufa com potencial de aquecimento ainda mais alto que o CO₂ . De onde vêm essas emissões distintas do CO₂ ? Vamos dar uma olhada na imagem abaixo:

Image of Emissões distintas do CO₂ na agricultura

Emissões distintas do CO₂ na agricultura

Além dessas emissões, a agricultura é responsável por 70% do uso global de água doce e ocupa 50% da área habitável da Terra . Também é responsável por 80% do desmatamento global , e os produtos químicos utilizados poluem ecossistemas e matam a vida selvagem nativa (mais detalhes no curso Avançado) .

Image of Degradação do solo

Degradação do solo

Estima-se que a população global atinja 9.7 bilhões de pessoas até 2050 , exigindo um aumento de 50-100% na produção de alimentos . Mas como podemos atingir esse número se a agricultura já está pressionando tanto nossos recursos e nosso planeta?

Podemos produzir comida suficiente de forma sustentável?

A fim de alimentar nossa crescente população de maneira sustentável, precisamos produzir mais comida por unidade de terra . Em outras palavras, temos que aumentar a produtividade dos cultivos .

Image of Aumentando a produtividade dos cultivos

Aumentando a produtividade dos cultivos

Hoje, a produtividade dos cultivos é, geralmente, apenas 20-80% do que poderia ser. Por quê?

  • Temperatura e disponibilidade de água
  • Pestes, ervas daninhas e doenças
  • Qualidade do solo

Agricultores utilizam grandes quantidades de fertilizantes, pesticidas e água para minimizar esses problemas. Mas é possível resolvê-los sem esgotar os recursos naturais?

Como podemos tornar a agricultura mais sustentável?

A qualidade do solo pode variar consideravelmente em uma só área, tanto espacialmente como sazonalmente . A agricultura de precisão envolve usar tecnologias para medir essa variabilidade e adaptar-se a ela. Usando sensoriamento remoto e amostragens específicas do local, a aplicação de água, fertilizantes e pesticidas pode ser otimizada a fim de maximizar a produtividade do cultivo, ao mesmo tempo que minimiza o desperdício e o dano ambiental .

Exemplos dessas tecnologias empolgantes são dados na versão “Avançada” deste curso – confira!

Image of Agricultura de precisão

Agricultura de precisão

Ao invés de utilizar tecnologias caras, podemos fazer com que a natureza realize esse trabalho por nós?

Todo material biológico, vivo ou morto, dentro do solo é chamado de matéria orgânica .

Aumentar a matéria orgânica nos solos será essencial para o aumento da qualidade do solo :

Image of Benefícios da matéria orgânica dos solos

Benefícios da matéria orgânica dos solos

Sistemas mais diversos demandam menos insumos externos, são mais produtivos e produzem menos excedentes . Vamos dar uma olhada em um exemplo.

Na agrossilvicultura, colheitas (e, às vezes, animais de pecuária) são cultivados em conjunto com árvores numa mesma terra . O que tem de tão bom nisso ?

Image of Agrossilvicultura

Agrossilvicultura

Além de aumentar a produtividade do cultivo, esses sistemas diversos armazenam mais carbono. Então, mais CO₂ é retirado da atmosfera !

Conclusões

Claramente, mudanças precisam ser feitas no que diz respeito aos métodos agrícolas tradicionais. Tanto soluções naturais quanto tecnológicas serão necessárias para aumentar a produtividade do cultivo, além de reduzir desperdícios e o uso de recursos naturais. Mas e se nós pudéssemos melhorar os próprios cultivos?

Talvez você já tenha ouvido falar sobre OGMs. Mesmo que eles tenham uma reputação ruim, a verdade é que são muito úteis no combate às mudanças climáticas . Confira a versão “Avançada” deste curso para descobrir o porquê!

Até então, discutimos como tornar a agricultura mais sustentável. Mas ela só é responsável por 27% das emissões da cadeia de produção alimentar . E os outros 73%?

Próximo capítulo