Alimentos e o clima: O impacto dos alimentos no meio ambiente

15 minute read

Atualizado em

Qual é o problema da agricultura?

Os humanos consomem muita comida. Para cultivar tudo isso, contamos com um processo chamado agricultura ou cultivo. Dada sua escala, não é surpresa que a agricultura seja uma das maiores contribuintes para as mudanças climáticas.

Qual porcentagem das emissões de gases de efeito estufa causadas pelo homem você acha que vem da produção e distribuição de alimentos?


Dessas emissões provenientes da cadeia de suprimentos de alimentos, a agricultura é responsável por 82% (fatias laranja, verde e amarela do gráfico abaixo).

Emissões de gases de efeito estufa provenientes da cadeia de abastecimento alimentar

Então, de onde vêm essas emissões?

Uso de energia

Administrar uma fazenda requer energia. A maior parte dessa energia vem da queima de combustíveis fósseis, que libera CO₂ na atmosfera.

Você consegue imaginar para que essa energia é usada?


Fertilizantes e pesticidas

Muitos dos produtos químicos usados na agricultura também requerem uma quantidade considerável de energia para serem produzidos.

Agricultores geralmente dependem de fertilizantes artificiais: produtos químicos que contêm nutrientes específicos para ajudar as plantas a crescerem mais, mais fortes e mais rápido.

A maioria dos fertilizantes contém o elemento nitrogênio. Por que as plantas precisam de nitrogênio?


O nitrogênio é usado para fazer proteínas

Embora os fertilizantes sejam extremamente úteis, somente sua produção é responsável por 1,2% das emissões globais de gases de efeito estufa.

Além disso, a maioria dos cultivos só consegue usar cerca de 50% do fertilizante aplicado. As sobras de fertilizante são, frequentemente, decompostas por micróbios do solo, formando óxido nitroso (N₂O): um gás de efeito estufa que produz um aquecimento 300 vezes mais forte do que o CO₂.

Se o fertilizante é levado para rios e lagos, seus nutrientes alimentam algas e plâncton que, por sua vez, reduzem a quantidade de luz e de oxigênio na água, sufocando peixes e outras espécies aquáticas.

Ciclo do nitrogênio na agricultura

Pesticidas são outro tipo de substância química usada pelos agricultores. Eles protegem as plantações de doenças, ervas daninhas e insetos que se alimentam de plantas. Sem estratégias de proteção de cultivo, como pesticidas, as perdas nas plantações podem chegar a 80%!

No entanto, assim como os fertilizantes, esses produtos químicos demandam energia para serem produzidos. Eles também são tóxicos para muitas outras formas de vida selvagem, incluindo polinizadores que ajudam as plantas a se reproduzirem, e micróbios que mantêm o solo saudável e fértil.

Emissões diferentes de CO₂

A agricultura é a maior emissora dos gases de efeito estufa óxido nitroso (N₂O) e metano (CH₄), sendo responsável por 80% e 45% das emissões antrópicas desses gases, respectivamente.

Por que o CH₄ é tão prejudicial ao meio ambiente?


Já discutimos como o N₂O pode ser liberado a partir de fertilizantes artificiais. Mas de onde mais vêm as emissões distintas do CO₂? Vamos ver o gráfico abaixo:

Emissões distintas de CO₂ na agricultura

Desmatamento e degradação do solo

Quase um quarto das emissões que provém da produção de alimentos é liberado quando a terra é desmatada para a agricultura.

A agricultura utiliza 50% das áreas habitáveis da Terra e é responsável por 80% do desmatamento global.

Uso da terra habitável

Quando a terra é desmatada para a agricultura, uma quantidade significativa de carbono armazenado é liberado na atmosfera. De onde vem esse carbono armazenado?


As plantações que substituem as árvores armazenam menos carbono e não são tão boas para manter o solo compacto. Isso o torna instável e resulta na degradação do solo, levando a deslizamentos de terra e tempestades de poeira.

Degradação do solo

Uso da água

Enquanto a água representa 71% da superfície da Terra, apenas 3% é água doce, ou seja, a água que usamos para beber, lavar e regar as plantações. Cerca de dois terços da água doce está na forma de gelo, o que significa que apenas 1% da água global está disponível para uso direto por humanos.

A agricultura utiliza mais água doce do que qualquer outra indústria, sendo responsável por mais de 70% do uso global de água doce.

Alguns produtos agrícolas requerem mais água do que outros. Qual destes produtos você acha que usa mais água (por quilograma)?


E quanto a estes?


Vamos ver isso com mais detalhes:

Pegadas hídricas para diferentes produtos

A mudança climática só vai piorar esses problemas. Em 2025, até dois terços da população mundial sofrerá com a escassez de água.

Em 2050, a população global deverá atingir 9.7 bilhões, e a produção de alimentos terá que aumentar entre 50-100% para alimentar nossa crescente população. Mas como podemos alcançar essa produtividade quando a agricultura já coloca tanta pressão sobre nossos recursos e nosso planeta?

O que é agricultura sustentável?

Vamos fazer uma rápida revisão. Hoje, a agricultura:

  • Libera em torno de 21% das emissões globais de gases do efeito estufa (ou seja, 82% das emissões de nossos alimentos)
  • Usa muita energia
  • Causa danos aos ecossistemas ao seu redor
  • Ocupa 50% das áreas habitáveis na Terra
  • Causa a degradação do solo, o que libera CO₂ e torna o crescimento das plantas mais difícil
  • É responsável por 70% do uso global de água

Se a agricultura se tornasse mais sustentável, alimentos poderiam ser produzidos na mesma área indefinidamente, sem esgotarem os recursos da terra. A agricultura sustentável também é menos vulnerável às mudanças ambientais, o que será essencial se quisermos continuar a nos alimentar em face das mudanças climáticas.

Nos próximos capítulos, veremos o que os agricultores e consumidores podem fazer para tornar a produção de alimentos mais sustentável.

Próximo Capítulo